sexta-feira, 29 de maio de 2009

Pastores enxeridos e fofoqueiros...

Alguns pastores passam do limite da sua ação. Para eles o cuidar de pessoas é se intrometer na vida e nas decisões do outro. Não são capazes de fazer com que as pessoas caminhem com as suas próprias pernas. Estes pastores emitem opiniões em diversas áreas: sexual, financeira, familiar, profissional e cultural. Pensam que estão habilitados para mudar o rumo da vida das pessoas.
Existem alguns pastores que não sabem guardar segredo. Você relata algo para ele, e depois em questões de minutos toda a igreja está sabendo. Fofoqueiro! Acham que fazem um bem compartilhando a vida dos outros. O pastor pensa que a vida do cristão deva ser um livro aberto. Enquanto que a sua própria vida e os seus pecados ficam trancados a sete chaves. Não sabem o que é segredo. Por isso, aprendi a não contar nada.
Um fator agravante é quando o pastor e a sua esposa fazem fofoca. O pastor compartilha com a esposa e ela tem a incumbência de colocar o fogo na mata. Raça de hipócritas! Depois não conseguem entender o porque que na sua igreja o pecado prolifera. Cuidado com aquilo que você fala para o seu pastor! Ele pode usar a sua vida e o seu pecado como exemplo no púlpito, e ainda dizer o nome.

3 comentários:

Clóvis disse...

Christopher,

Paz!

Eu acredito que uma dose de moderação aqui seria de bom alvitre. Existem pastores que vão além do que deveriam na sua função de guia espiritual. Mas isso não significa que os membros não devam procurá-los em busca de orientações.

E também existem pastores que quebram a principal regra do aconselhador, que é não revelar a ninguém aquilo que seu aconselhando lhe conta. Mas nem todo pastor é fofoqueiro e vai sair por aí espalhando fatos da vida alheia.

Em Cristo,

Clóvis
CincoSolas

Anônimo disse...

Paz de cristo a todos!
É até triste p/mim assim falar, mas conviví com um pr. que quase acabou com meu ministerio,por causa da lingua grande e da mentira que falava a meu respeito.sai da convivencia com os irmaos porque me senti humilhada e envergonhada, ele colocava todos contra mim e eu n/ podia me defender,pq qdo eu me defendia ele pregava em todas as reunioes do mes sobre rebeldia;ainda dizia que se eu nao aguentasse presão;podia sair da igreja pq Deus levantaria dez obreiras melhor que eu,estou triste mas confio na justiça do meu Pai altíssimo.
Paz de cristo a todos!

Anônimo disse...

Paz a todos!
Dificl falar sobre esse assunto, mas é o que mais acontece no meio da igreja...
Membros caindo, voltando para o mundo por causa da língua felina do casal de pastores, que ainda dizem estar preocupados com almas... será??
Não podemos aqui generalizar mas sem medo de errar a maioria dos pastores fazem isso já com a má fé no coração!!